Conselho Consultivo

ALAIN CORBEL
Nasceu na Bretanha, onde foi trabalhador agrícola por algum tempo. Escreveu e ilustrou dezenas de livros, principalmente em Franca e Portugal. Colabora regularmente com a ACEP, bem como outras ONG africanas para as quais organiza oficinas de Ilustração. É professor de Ilustração no Maryland Institute of Art College em Baltimore (EUA). alaincorbel-cos.blogspot.com / noticiasdoquelele.blogspot.com

 

ANTÓNIO TOMÁS
Doutorado em Antropologia pela Columbia University. É coordenador do programa de Mestrado em Urbanismo do Sul do African Centre for Cities University of Cape Town. É ainda colunista no Público.

CONCEIÇÃO LIMA

Nasceu em 1961 em Santana, São Tomé e Príncipe. É jornalista e poetisa. A trabalhar presentemente na TVS, foi jornalista e produtora dos Serviços de Língua Portuguesa da BBC, em Londres. É licenciada em Estudos Africanos, Portugueses e Brasileiros pelo King’s College de Londres e possui o grau de mestre em Estudos Africanos, pela School of Oriental and African Studies, de Londres. Pela Editorial Caminho, publicou O Útero da Casa (2004), A Dolorosa Raiz do Micondó, (2006) e O País de Akendenguê (2011).

 

CARMELIZA ROSÁRIO
Investigadora, com especialização no domínio da pobreza e desenvolvimento social em Moçambique. Tem conduzido pesquisa em diversos sectores sociais, incluindo saúde, educação, bem como impacto da infraestrutura no bem-estar social. A sua pesquisa presta particular atenção à representação e ao desenvolvimento económico e social, e direitos de grupos vulneráveis, incluindo mulheres, pessoas com deficiência e idosos. 

GERALDO MARTINS
Foi Ministro da Educação (2001/03) e da Economia e Finanças (2014/16) da Guiné-Bissau, e quadro do Banco mundial. Autor e coautor de estudos sobre ajustamento estrutural, sectores sociais, educação, demografia, é licenciado em química-física (Univ. Moldávia) e em Direito (Univ. Direito de Bissau), e mestre em Gestão e Políticas Públicas pela Universidade de Londres, com pós-graduação em Economia pela mesma instituição.

LEÃO LOPES
Artista plástico e docente caboverdiano. Fundador do M_EIA, Instituto Universitário de Arte, Tecnologia e Cultura, é doutorado em Letras pela Universidade de Rennes II, França. Tem participado na promoção do ensino artístico em Cabo Verde, como autor de programas e planos curriculares do ensino secundário e superior. A sua actividade estende-se à concepção e coordenação de programas de desenvolvimento de comunidades rurais, como membro e Presidente da ONG Atelier Mar.

MARIA ELEONORA RABÊLLO

Licenciada em Filosofia pela Universidade Católica de Salvador (Brasil). Foi assessora de movimentos sociais de base pelo Centro de Estudos e Ação Social. Em 1994, é convidada a fundar o CRIA – Centro de Referência Integral de Adolescentes, actuando como educadora e gestora de projectos pela protecção e garantia dos direitos de crianças e adolescentes. Nos três últimos anos no CRIA, coordena o Projecto Corra pro Abraço, proposta de atenção e promoção de direitos das populações em situação de rua.

LIVIA APA
Nasceu em Nápoles. É investigadora, com  trabalho na área dos estudos culturais dos países de língua oficial portuguesa. É também tradutora, tendo publicado em italiano, entre outros, Mia Couto, Ondjaki, Ruy Duarte de Carvalho, Mário Cesariny, Ana Luísa Amaral, Ana Paula Tavares. Faz parte da direcção do Archivio Memorie Migranti de Roma. Colabora com a revista Gli Asini de Roma.

MARIA HERMÍNIA CABRAL
Licenciada em Economia e mestre em Desenvolvimento e Cooperação Internacional, com experiência em políticas, programas e projectos de desenvolvimento, quadro da Fundação Calouste Gulbenkian desde 2005, é directora do Programa Gulbenkian Parcerias para o Desenvolvimento, desde 2012.

MARIA MANUEL MOTA
Cientista portuguesa, doutorou-se na University College de Londres (1998) e fez pós-doutoramento na New York University Medical Center (2001), onde também leccionou. Desenvolve estudos sobre a malária no Instituto Gulbenkian de Ciência. Em 2004, ficou entre os 25 jovens cientistas galardoados com European Young Investigator Award e, em 2013, foi laureada com o Prémio Pessoa.

MARINA COSTA LOBO
É investigadora do Instituto de Ciências Sociais (ICS/ULisboa), onde desenvolve trabalhos na área das instituições e comportamentos políticos dos portugueses em perspectiva comparada. É coordenadora do Observatório da Qualidade da Democracia no ICS e Presidente da Comissão de Estudos Pós-Graduados.

MÁRIO SILVA
É sociólogo, professor e pesquisador do departamento de sociologia do IFCH-UNICAMP. Autor do livro A descoberta do insólito: literatura negra e literatura marginal no Brasil (1960-2000), publicado pela Aeroplano Editora, em 2013. Ganhou o Prémio do Centro de Estudos Sociais da Universidade Coimbra, para Jovens Cientistas Sociais em Língua Portuguesa.

MÓNICA COSTA
Professora e investigadora na University of South Australia (UniSA), tem trabalhado as questões de género e os orçamentos sensíveis ao génreo, incluindo trabalho de terreno na Indonésia e Timor-Leste. 

 

JOÃO SIMÃO
Doutorado em Gestão e docente na Universidade Aberta, onde lecciona e orienta teses nas áreas do desenvolvimento sustentável (políticas e ideologias), ética e responsabilidade social empresarial, pensamento crítico em gestão e desenvolvimento turístico sustentável, que são as suas áreas de interesse académico. É ainda membro investigador do CAPP- Centro de Administração e Políticas Públicas.

PAULA BARROS
Licenciada em Relações Internacionais, trabalha no âmbito da Cooperação para o Desenvolvimento há cerca de 20 anos e tem experiência nas áreas da elaboração, coordenação e execução de programas e projectos, planeamento e programação, representação e negociações internacionais no quadro da União Europeia, Nações Unidas, OCDE, CPLP e Ibero-Americana. Possui formações na área da gestão do ciclo do projecto, de gestão pública e de inovação nos serviços públicos.

RICARDO SOARES DE OLIVEIRA 
É Professor Associado de Ciências Políticas na Universidade de Oxford e autor de Oil and Politics in the Gulf of Guinea (2007) e Magnificent and Beggar Land: Angola Since the Civil War (2015). 

RUI MIGUEL SANTOS
Vice-Presidente da CESO, Visiting Professor na Maastricht School of Management e Colégio da Europa, formador do Conselho da Europa em matérias ligadas à gestão de projectos de promoção dos Direitos Humanos, autor do livro “Gestão do Ciclo de Projectos de Desenvolvimento” e co-autor do “Manual de Procurement Internacional”, trabalha em cooperação para o desenvolvimento há mais de 25 anos, de África à Europa Central e de Leste, passando pela América Latina e Caraíbas.

SOFIA SANTOS 
É Secretária Geral do Business Council for Sustainable Development (BCSD) Portugal.  Foi directora executiva do Sustainability Knowledge Lab do INDEG-ISCTE e fundou duas consultoras - a Sustentare e a SystemicSphere. É autora de A Banca em Portugal e a Economia Verde (2012), A Banca tem Coração? As novas práticas de gestão necessárias para os bancos do futuro (2015) e Introdução à Economia Verde (2016).